Notícias

02 de Agosto de 2022 as 10:01

Aula especial do Corumbá em Movimento abre campanha do ?Agosto Lilás?; veja programação para a semana

|
Compartilhe:

Com objetivo sensibilizar a sociedade pelo fim da violência contra mulheres e levar orientações e informações em torno da Lei Maria da Penha, a campanha “Agosto Lilás” foi aberta em Corumbá na noite dessa segunda-feira, 1º de agosto, com uma aula especial do programa Corumbá em Movimento.

A atividade contou com a presença da primeira-dama e secretária municipal de Assistência Social e Cidadania, Amanda Balancieri Iunes, da secretária-adjunta de Saúde, Mariluce Leão, e do diretor-presidente da Fundação de Esportes (FUNEC), Luciano Oliveira.

“O mês de agosto foi escolhido para reforçar e chamar a atenção ao enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher. A escolha do mês tem relação com a data de sanção da conhecida Lei Maria da Penha, que completará 16 anos no dia 7 de agosto”, comentou Amanda Iunes.

“Um dos objetivos da campanha é alertar toda a população incentivando assim denúncias de agressões que podem ser físicas, psicológicas, sexuais, morais e patrimoniais. Não há justificativa para qualquer tipo de violência. Agressão contra mulher é crime. Denuncie, ligue 180. Não podemos nos calar, Corumbá não tolera violência”, completou a secretária.

Nesta terça-feira, dia 2, uma ação social foi realizada com as famílias atendidas pelo CRAS IV, às 8h30. Na quarta-feira, o projeto Promotoras Legais estará no CRAS Itinerante, às 8h30. No mesmo dia, a secretária municipal de Assistência Social e Cidadania e a de Políticas Públicas para as Mulheres, Thatiana Pécora, estarão nas rádios da cidade divulgando o Agosto Lilás.

Na quinta, uma palestra voltada para militares da Marinha acontece às 14 horas no Marisco. – Na sexta-feira, dia 5, uma capacitação para equipe do Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência doméstica/ Familiar e Patrulha Maria da Penha, com a professora doutora Caroline Landin, da UFMS, será realizada às 8 horas no CRAM.

Várias outras ações serão realizadas até o dia 31 de agosto. A violência contra a mulher é apontada não apenas como um problema de ordem privada ou individual, mas como um fenômeno estrutural, de responsabilidade da sociedade como um todo. Afeta mulheres de todas as classes sociais, idades, nível de escolaridade, raça e religiões.

É amplamente definida como qualquer ato que possa causar dano físico, sexual, psicológico ou sofrimento extremo a uma mulher. A violência doméstica e familiar, prevista na Lei Maria da Penha, pode ocorrer em casa, entre pessoas da família e entre pessoas que mantenham relações íntimas de afeto, mesmo sem a convivência sob o mesmo teto.

O “Agosto Lilás” é coordenado pela Gerência de Políticas Públicas para as Mulheres e conta com a parceria de mais de 100 empresas da região. “Esses empreendimentos vão decorar suas fachadas com luzes, cartazes e balões com as cores que remetem à campanha”, explicou a responsável pela pasta, Thatiana Teixeira Pécora. Os prédios públicos, o Cristo Rei do Pantanal e o Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora também receberão decoração especial durante todo o mês de agosto.

Tag3